Tempo de leitura: 3 minutos

A IMPRESSORA 3D

Os programas 3D são aplicados ao uso de uma impressora 3D, que é uma máquina capaz de realizar réplicas de desenhos em 3D, criando peças ou maquetes volumétricas a partir de um desenho feito por computador, descarregado da Internet ou recolhido a partir de um scanner 3D. Surgem com a idea de converter arquivos de 2D em protótipos reais ou 3D, o que abrange toda uma geração de software 3D

Da forma comum, tem sido utilizada na pré-fabricação de peças ou componentes, em setores como a arquitectura e o desenho industrial. Na atualidade, seu uso na fabricação de todo tipo de objetos, modelos para vácuos, peças complicadas, alimentos, próteses médicas, etc., está se extendendo. 

MODELOS COMERCIAIS

  • Sinterização laser: Onde um  fornecedor vai depositando finas camadas de pó de diferentes metais e, em seguida, um laser une cada uma das capas com a anterior.  
  • Estereolitografia: Uma resina fotossensível é curada com feixes de luz ultravioleta e solidificada.
  • Compactação: Funciona com uma massa de pó que se compacta por estratos.
  • Adição: Funciona a partir da injeção de polímeros, em que o próprio material é adicionado por camadas.

De acordo com o método empregado para a compactação do material, podem ser classificados em dois tipos:

  • Impressora 3D de tinta: Utiliza uma tinta aglutinante para compactar o pó. O uso de uma tinta permite a impressão em diferentes cores.
  • Impressora 3D láser: É um laser que transfere energia ao pó, fazendo com que ele se “polimerize”. Então, é imerso em um líquido que faz com que as zonas “polimerizadas” se solidifiquem.

PROCESSOS DA IMPRESSÃO 3D E PROGRAMAS 3D

  • Modelo CAD
  • Arquivo STL
  • Ferramenta de corte (G-Code)
  • Programa de comunicação com a impressora
  • Controle firmware

Existe a possibilidade de que tanto a ferramenta de corte, como o programa de comunicação com a impressora estejam unificados através de um programa de corte e gestão para o processo de impressão 3D integrado, o que facilita ainda mais o processo.

Os programas 3D incluem o software de modelado 3D, o software de desenho 3D e o software de CAD 3D permitem desenhar modelos 3D no computador. Você mesmo pode criar o modelo e descarregá-lo, o mais comum é terminar com um arquivo STL. O software de visualização, edição e reparação de arquivos STL permite visualizar, alterar e corrigir arquivos STL.

O software de corte é um programa que converte os arquivos STL em G-Code, que é a linguagem das impressoras 3D. O servidor da impressora 3D é um servidor que conecta o computador e a impressora 3D, e que manipula toda a comunicação entre ambos dispositivos.

SOFTWARES PARA A IMPRESSÃO 3D

O software de modelado 3D, o software de desenho 3D e o software de CAD 3D permitem desenhar modelos 3D no computador. Desta forma, é possível desenhar qualquer coisa, desde uma chave de fenda para um modelo de automóvel. Por outro lado, se não deseja um desenho feito por você mesmo, outra opção é descarregar os modelos 3D  realizados por outras pessoas diretamente da Internet.

Existem programas 3D destinados tanto ao desenho como de corte e servidor. Muitas vezes, a própria funcionalidade da máquina inclui estes softwares com a mesma.

APLICAÇÕES

As aplicações são muito amplas, destacando especialmente o âmbito da medicina. A combinação dos programas 3D e as impressoras 3D permitem criar próteses, próteses robóticas, há aplicações em matéria de trasplantes de órgãos e tecidos, assim como na hora de criar espartilhos e splints específicos.