Tempo de leitura: 1 minuto

A mosca da fruta, da família Drosophilidae, é comumente utilizada por investigadores como modelo nos estudos da genética clásica ou para a gravação de dados cinemáticos, devido ao seu ciclo de reprodução extremamente curto.
A partir destes estudos em organismos minúsculos, os expertos em neurociências, nanotecnologia e biomecânica esperam adquirir um conhecimento mais profundo sobre os procesos de controlo neurofisiológico, os quais podem resultar muito úteis na conceptualização de micro-robôs. A análise em tempo real do batimento das asas da Drosophila requer o uso de câmaras especiais de alta velocidade, capazes de gravar e processar simultaneamente.
A gravação de imagens pode realizar-se com uma cámara CMOS, como a câmara Photonfocus serie MV1, com uma região de interesse (ROI) definida que pode modificar-se rapidamente em termos de tamanho e posição. Utilizando esta ROI variável, a câmara CMOS segue vários pontos de referência nas asas.
O sistema de processamento de imagens utilizado proporciona um elevado nível de flexibilidade ao usuário para o complexo estudo dos controlos neuromotores em pequenos organismos. Isto pode ser extremamente útil no campo experimental da investigação em biomecânica especialmente a níveis micro e nano.