Tempo de leitura: 2 minutos

No passado mês de Janeiro foi feita a apresentação e demonstração no Porto (Portugal) do novo conceito de assistente de fabrico que vai revolucionar os processos de montagem e montagem de automóveis e satélites.

Trata-se do ColRobot, acrónimo do projeto “Collaborative Robotics for Assembly and Kitting in Smart manufacturing” (Robótica colaborativa para tarefas de montagem e fabrico inteligente), financiado pela União Europeia (UE) num investimento de 4.3 milhões de euros e com objetivo de avaliar a viabilidade de uma plataforma robótica móvel para tarefas colaborativas em ambientes partilhados com trabalhadores. O projeto conta com o apoio de um consórcio de onze organizações, entre elas a Renault e Thales Alenia Space, líderes na indústria automóvel e aeroespacial.

O ColRobot foi desenvolvido pelo centro de robótica do Instituto de Sistemas e Engenharia Informática, Tecnologia e Ciência (INESCTEC) com o apoio da INFAIMON, que contribuiu com as soluções e componentes de visão artificial mais avançados, tais como ópticas, as câmaras ultra compactas Mako da Allied Vision, de grande robustez para uso contínuo em ambientes industriais, o software Halcon da MVTec, padrão na visão artificial, para o processamento de imagens para ambiente de desenvolvimento integrados.

O ColRobot contribui para manter os ambientes de trabalho mais saudáveis, melhorando as condições laborais dos operários e reduzindo os riscos laborais associados a execução de tarefas pouco ergonómicas. Na indústria automóvel, o ColRobot é capaz de deslocar-se de forma autónoma e colaborar com os trabalhadores em operações de logística e de montagem, segurar peças para montar enquanto o operador trabalha nestas ou entregar ferramentas e componentes aos trabalhadores, que podem interagir com o robot mediante gestos, ordens tácteis e programação por demonstração.