Tempo de leitura: 2 minutos

Teledyne DALSA tem o prazer de felicitar a Nasa e a JPL pela bem sucedida missão do Mars Science Laboratory Rover “Curiosity” na cratera Gale em Marte. O curiosity é o maior veículo de exploração jamais lançado pela NASA e seu principal objetivo é determinar se existe ou existiu vida microbiana em Marte.

A Teledyne DALSA orgulha-se de contribuir para o sucesso dessa missão. Os sensores de imagem para o Curiosity Navcams y Hazcams foram construídos na fundição Teledyne DALSA de semicondutores em Bromont, Quebec, assim como que os anteriores veículos Spirit e Opportunity.

Estes sensores de imagem representam somente uma parte das contribuições totais da Teledyne para o lançamento, aterrizagem e operação da missão. Cinco empresas da Teledyne contribuíram com componentes cruciais para o sucesso da missão:

Teledyne Energy Systems, INC. (TESI) desenvolveu o sistema termoelétrico que alimenta o veículo. O Multi-Mission Radioisotope Thermoelectric Generator (MMRTG), converte o calor da desintegração do plutónio em energia elétrica sem partes móveis. Pode produzir 125 watts de potência elétrica de 2000 watts de potência térmica por até 14 anos. TESI encontra-se atualmente sob contrato para a produção de unidades de energia MMRTG para as próximas missões da NASA aos planetas exteriores.

Teledyne Microelectronics fabrica para a JPL dois módulos complexos de rádio frequência (RF) (transmissão/recepção e modulo up/down) para o MSL. Estes módulos formam parte da descida final e aterrizagem e desempenharam um papel importante nos últimos 30 segundo críticos da aproximação da sonda a Marte.

Teledyne Relays fornece relés eletromecânicos utilizados no sistema de comunicação do Curiosity. A companhia forneceu componentes semelhantes para seus predecessores Spirty e Opportunity.

Teledyne Impulse fornece interruptores de transferência de energia eletromecânicos que foram utilizados no foguete Atlas V que colocaram em andamento a missão.

“É um orgulho poder contribuir com um projeto que ofereceu tais desafios técnicos e uma promessa para o avanço da ciência e do conhecimento”, observa Robert Mehrabian, presidente e diretor executivo de Teledyne. “Também estou encantado de ver de quantas maneiras e em quantos lugares Teledyne contribui. Desde as partes mais profundas dos oceanos deste planeta, às montanhas de Marte e nos limites do nosso sistema solar a tecnologia de Teledyne permitiu a exploração, análise e comunicação”.

Para mais informação sobre o projeto Mars Science Laboratory Curiosity, visite http://marsprogram.jpl.nasa.gov/msl/