Tempo de leitura: 3 minutos

Nem sentimento, nem “gracias”, nem flamenco, nem alegría.

Infaimon México

A palavra mais bonita do espanhol é “Querétaro”, quatro sílabas que juntas formam um vocábulo desconhecido para muitos falantes de espanhol, mas não para os mexicanos. Significa “ilha das salamandras azuis” e foi proposta pelo ator Gael Garcia Bernal como parte do concurso que organiza o instituto Cervantes para celebrar o dia E, a festa que homenageou sábado o idioma espanhol em todo mundo.

Depois um mês de votação em que mais de 33 mil pessoas elegeram por internet sua palavra favorita, a ganhadora, “Querétaro”, se deu a conhecer no Dia E, que os 78 centros Cervantes espalhados em 44 países celebraram com varias atividades culturais.

Gael García sugeriu esta palavra, uma das 30 propostas por personalidades de língua española, que formaram parte da votação deste ano.

O Dia E celebra a riqueza de uma língua falada por 500 milhões de pessoas, ainda que seu uso não se limita aos 21 países em que é língua oficial. Segundo o Intituto Cervantes, o espanhol é a segunda língua mais estudada do mundo. O número de estudantes de espanhol como segunda língua superou os 20 milhões em 2010.

Na União Européia (sem contar com Espanha), aproximadamente 30 milhões de pessoas falam este idioma com algum grau de competência. No Brasil, a nação com maior número de centros do instituto Cervantes, nove, uns 5.5 milhões de jovens poderiam manter uma conversação em espanhol. Estados Unidos, que contam com quase 40 milhões de hispanohablantes, se estimam que em 2050 será o primeiro país hispanohablante do mundo.

Fonte: El País

INFAIMON MÉXICO
Hacienda Chintepec nº 110.
Col. El Jacal.
Querétaro. QRO.

Nem sentimento, nem “gracias”, nem flamenco, nem alegría.

A palavra mais bonita do espanhol é “Querétaro”, quatro sílabas que juntas formam um vocábulo desconhecido para muitos falantes de espanhol, mas não para os mexicanos. Significa “ilha das salamandras azuis” e foi proposta pelo ator Gael Garcia Bernal como parte do concurso que organiza o instituto Cervantes para celebrar o dia E, a festa que homenageou sábado o idioma espanhol em todo mundo.

Depois um mês de votação em que mais de 33 mil pessoas elegeram por internet sua palavra favorita, a ganhadora, “Querétaro”, se deu a conhecer no Dia E, que os 78 centros Cervantes espalhados em 44 países celebraram com varias atividades culturais.

Gael García sugeriu esta palavra, uma das 30 propostas por personalidades de língua española, que formaram parte da votação deste ano.

O Dia E celebra a riqueza de uma língua falada por 500 milhões de pessoas, ainda que seu uso não se limita aos 21 países em que é língua oficial. Segundo o Intituto Cervantes, o espanhol é a segunda língua mais estudada do mundo. O número de estudantes de espanhol como segunda língua superou os 20 milhões em 2010.

Na União Européia (sem contar com Espanha), aproximadamente 30 milhões de pessoas falam este idioma com algum grau de competência. No Brasil, a nação com maior número de centros do instituto Cervantes, nove, uns 5.5 milhões de jovens poderiam manter uma conversação em espanhol. Estados Unidos, que contam com quase 40 milhões de hispanohablantes, se estimam que em 2050 será o primeiro país hispanohablante do mundo.

Fonte: El País