Tempo de leitura: 2 minutos

A AIA (Automated Imaging Association) acaba de anunciar a publicação do projeto da norma para a interface standard de visão Camera Link HS (versão 1.0). Depois de ser revista por um grupo de especialistas da indústria, a norma finalizará-se e será de uso público durante 2012. CameraLink HE, continuação de HS Link da Dalsa, oferecerá fluxos de dados cinco vezes superiores ao standard CameraLink.

A velocidade teórica de transmissão por cabo de cobre (até 15m) ou de fibra (até 300m) será de 300MB/s (modo F1), 1GB/s (modo F2) e 1,8GB/s (modo C2). CameraLink HS promete uma maior fiabilidade dos dados (retransmissão de pacotes para reduzir significantemente os erros), baixo jitter (variabilidade temporal durante o envio de sinais digitais), plug&play, sistema integrado de tolerância a falhas com controlo de redundância cíclica, alimentação da câmara através do mesmo cabo, etc. Esta tecnologia, igual que CameraLink, será compatível com o software standard GenICam. Além disso, segundo Bob McCurrach, Diretor de desenvolvimento da norma da AIA, “CameraLink HS proporciona uma conexão em tempo real sem problemas de latência.”

O standard CameraLink HS foi desenvolvido como um standard internacional pelo acordo de cooperação sobre a normalização da visão artificial entre a AIA, a Comissão Europeia de Visão Artificial (EMVA) e a Associação Japonesa de Imagens (JIIA).

No Vision Show, que teve lugar no início de Novembro de 2011 em Estugarda, puderam ser vistas demonstrações de CameraLink HS por parte de Silicon Software, Mikrotron, Teledyne Dalsa e Component Express. Teledyne Dalsa anunciou o lançamento das câmaras compatíveis com esse standard para princípios de 2012.

Fonte: Boletim Automática e Instrumentação Digital