PC industrial Tempo de leitura: 2 minutos

Um PC industrial é igual a um PC normal mas com uma série de características que fazem com que esteja bem preparado para o ambiente onde vai trabalhar: a indústria.

Temos que ter em conta que uma fábrica ou o espaço onde se leva a cabo atividades próprias do setor secundário, é um lugar que na maioria dos casos, apresenta uma atmosfera carregada de partículas em suspensão ou um lugar onde podem ser encontrados materiais tóxicos e nocivos para o correto funcionamento de qualquer computador. Isso faz que os PCs industriais tenham que estar preparados para este tipo de perigos, apesar de que do ponto de vista interno, um PC industrial seja praticamente idêntico a um convencional.

Devido a isso, o mais característico e que chama a atenção à primeira vista quando estamos diante de um PC industrial é a carcaça. Os PCs industriais contam com uma carcaça especial que é sua primeira proteção em face ao meio em que terá que funcionar. Graças a estas carcaças especialmente pensadas para ambientes hostis, o PC industrial está perfeitamente isolado do exterior. Se pensamos em fábricas, um dos elementos em suspensão mais comuns é o pó.

De fato, em muitos casos trata-se de pó procedente de derivados sintéticos como tinta, plásticos ou metais. Este tipo de pó é muito mais nocivo e corrosivo que o pó comum que existe nas nossas casas, por isso o contato direto com as partes internas do PC pode criar dano imediato. Graças às carcaças especiais dos PCs industriais, o interior destes computadores está completamente isolado da atmosfera exterior, o que permite evitar a presença deste tipo de partículas em suspensão aérea.

Outro dos elementos que diferenciam um PC normal de um PC industrial é que este último está desenhado para que possa ser instalados num Rail DIN. Este tipo de rails é muito comum nas linhas de montagem e poder contar um computador no mesmo ponto de trabalho da cadeia de produção se converte em um elemento fundamental na hora de desenvolver um trabalho cômodo e eficiente.

Igualmente, outra das características principais dos PCs de indústria são a existência de múltiplas portas de conexão. Estes computadores estão pensados para poder conectar-se com os sistemas de automatização e controlo de qualidade. Por isso, necessitam uma grande quantidade de entradas e saídas, tanto de transmissão de dados como de controlo. Os formatos mais comuns são Ethernet, Gigabit Ethernet, USB3, RS-232, RS-422, RS-485, VGA ou HDMI. 

Entretanto, muitos modelos também permitem a instalação de frame grabbers adicionais, o que permite a conexão com as diversas interfaces disponíveis no mercado da indústria, como CameraLink, Mini CameraLink, CoaXPress ou Firewire. De fato, no caso da família NEO existe um sistema exclusivo de cassete que permite a modificação desta interface de maneira independente da carcaça do computador, o que permite inclusive a instalação de mais capacidade de armazenamento.