sensores industriales Tempo de leitura: 2 minutos

Automatização

Quando se fala de automatização, refere-se ao processo produtivo no qual a participação humana não é necessária, já que se limita apenas a dar as instruções iniciais ou, caso necessário, atualizar essas instruções. Desta forma, falar de automatização é falar de um conceito em que o controle de uma operação se executa de forma autônoma, constituída por quatro ações concretas realizadas pelos sensores industriais e pelo computador: observar, analisar, tomar uma decisão e executá-la.

Sensores

Durante o desenvolvimento dos processos industriais, os sensores são equivalentes aos sentidos humanos, que são encarregados de identificar estímulos do ambiente exterior e transmití-los ao cérebro, que equivale ao computador que controla os processos industriais neste tipo de ambiente. Deste modo, em um sistema automatizado, isso é realizado através switchs ou sensores, que são os encarregados de captar a informação do ambiente e transmití-la ao computador para que tome a decisão correta em cada caso.

Classificação

  • Segundo sua contribuição de energia podem ser ativos ou passivos.
  • Segundo o tipo de sinal recebido podem ser analógicos ou digitais.
  • Segundo a maneira de funcionamento podem ser de deflexão ou de comparação.
  • Segundo o número de elementos armazenadores de energia podem ser de primeira ordem, segunda ordem ou ordem superior.
  • Se pertencem à tipologia de sensores primários podem ser sensores de longitude, sensores de temperatura, sensores de pressão, sensores de fluxo, sensores de nível, sensores de luz ou sensores resistivos.

Sensores resistivos

Os sensores resistivos se estenderam de maneira bastante ampla por tratar-se de uma magnitude que pode ser medida de diferentes formas. Desta maneira, podemos encontrar os seguintes:

  • Potenciômetros
  • Medidores de tensão
  • Termistores
  • Magnetorresistências
  • Fotorresistências
  • Hidrômetros resistivos
  • Sensores indutivos
  • Sensores baseados em correntes Foucault
  • Sensores magnetoelásticos
  • Sensores de efeito Wiegand
  • Sensores eletromagnéticos
  • Sensores baseados na lei de Faraday
  • Sensores geradores
  • Codificadores de posição
  • Codificadores absolutos

Vantagens

As vantagens que os sensores industriais apresentam são muitas e amplas. Quando realiza-se uma análise destes sensores, é possível determinar que existe, com certeza quase absoluta, um sensor para cada tipo concreto de magnitude física que possa resultar de interesse na imensa maioria daqueles processos nos quais deve-se realizar automatização. Mesmo assim, cabe destacar que, graças à imensa quantidade de meios disponíveis na hora de detectar algum tipo de sinal concreto, também cabe a possibilidade de que surja mais de uma tipologia de sensor para cada tipo variável ou magnitude em questão. 

De fato, uma das vantagens dos sensores industriais que mais pode influenciar em qualquer tipo de sensor é o ambiente das temperaturas nas quais pode operar de forma satisfatória e correta. Desta forma, para alguns destes sensores, este tipo de traços são mais amplos e variados que para outros, o que, de maneira generalizada, permite que os sensores eletromagnéticos sejam os que conseguem uma medição de temperaturas mais elevadas e exatas. Entretanto, sempre deve-se ter em conta que, independentemente do tipo do sensor em questão, todo sensor que mede a temperatura por contato com o corpo a ser medido deve realizá-lo apenas naquelas temperaturas que estejam abaixo do ponto de fusão.