Tempo de leitura: 2 minutos

Os engenheiros da Ford Motor Company utilizam um sistema de mapeamento 3D para a inspeção da transmissão traseira da série F de pickups FORD. Criando modelos 3D permite uma melhor análise das peças da transmissão traseira das pickups, o que garante uma condução mais suave e silenciosa.

A utilização do sistema de mapeamento 3D surgiu porque as engrenagens hipóides do eixo de transmissão traseira fazem com que seja impossível inspecionar ambos os lados dos dentes da engrenagem numa única imagem.

Em primeiro lugar, foi construída uma estação para marcar uniformemente com spray todos os componentes da transmissão, explica Gino Catenacci, gerente de engenharia da Ford Motor Company. Uma vez marcadas as peças, as engrenagens são postas  em movimento e entram em contato com um padrão, desta formaé criado um padrão de contato. A partir daí, um sistema de câmaras lineares e iluminações infravermelhas capturam esse padrão e separam cada dente da engrenagem para determinar se houve ou não modificações e se estão em conformidade com as especificações.

O sistema de visão utilizado pela FORD está composto por um par de câmaras lineares e iluminações infravermelhas capazes de capturar 9000 imagens de 1024×1 píxeis por segundo em ambos os lados da engrenagem. As imagens 2D capturadas são convertidas em imagens 3D para comparar com um modelo 3D ideal. As peças que não se encontrem exatamente dentro dos padrões estabelecidos são imediatamente descartadas.

Fonte: Ford Motor Company


YouTube Preview Image