sistemas de visión artificial Tempo de leitura: 4 minutos

O que são os sistemas de visão artificial?

Visão artificial é a disciplina de caráter científico que realiza os métodos usados para adquirir, processar e analisar as imagens do mundo real com a finalidade de produzir uma informação que capaz de ser tratada por uma máquina. 

Tecnologia e sistemas de visão

Os sistemas de visão artificial são fundamentais na hora de resolver os problemas que acontecem no controle de processos de fabricação que são realizados com continuidade. Além disso, constitui uma ferramenta de grande ajuda na produção da maioria dos processos industriais nos quais a automatização foi implementada. 

Segundo o tipo de tecnologia utilizada em cada caso, os sistemas de visão podem ser divididos em três categorias: sensores de visão, câmeras inteligentes e sistemas de visão artificial. Não existe um limite bem definido entre uma categoria e outra. Desta forma, as características podem acontecer múltiplas vezes em diferentes categorias. 

Sensores de visão

Os sensores de visão contam com mais benefícios, maior complexidade e um preço superior que os tradicionais sensores fotoelétricos. Mesmo que com menos benefícios que as câmeras inteligentes ou que sistemas de visão integrados ou àqueles que estão baseados no uso de um PC. Além disso, os sensores de visão também podem realizar o trabalho de múltiplos sensores do tipo fotoeléctrico. Entretanto, enquanto os sistemas de visão proporcionam dados concretos, os sensores de visão só oferecem resultados de falhas. 

Comparados com outros sistemas de visão, os sensores de visão incluem uma funcionalidade que permite seu arranque de forma simples e rápida. De fato, costumam ter um tamanho bem reduzido e menor custo, mesmo que isso também leve a uma potência de cálculo menor. 

Câmeras inteligentes e sistemas de visão integrados

Tanto as câmeras inteligentes, como os sistemas de visão integrados, constituem um avanço considerável em relação aos sensores de visão. Contam com a vantagem de que são fáceis de incorporar, maior potência de cálculo, uma resolução maior e ainda estão abertas a múltiplas aplicações de diferentes tipologias.

Além disso, as câmeras inteligentes incluem um sensor de captura, mesmo que seja em um espaço muito reduzido, uma memória para o armazenamento, o processador correspondente, e os mecanismos de entrada e saída. Porém, o mais comum, é que requerem uma placa de entrada e saída adicional, ao menos quando seja necessário conectar com o resto dos sistemas da fábrica que estejam automatizados.

Por outro lado, os sistemas de visão integrados se diferenciam das cámaras inteligentes porque, tanto o sensor como a memória da câmera, se localizam em um cabeçote remoto de tamanho bastante reduzido. Da mesma forma, o processador e as entradas  saídas, assim como a conexão com o resto do ecossistema industrial, localizam-se em um elemento de dimensões pequenas e que pode ser encontrado junto a outros elementos próprios da automatização.

Este tipo de tecnologia apresenta outras vantagens quando comparado com as câmeras inteligentes, como um único elemento de processamento, que pode se conectar a diversos cabeçotes de visão remotamente. Isso permite reduzir o custo das aplicações quando estas requerem diferentes imagens da mesma peça.

Quando se fala da potência de cálculo deste tipo de sistemas, temos que considerar que contam com um potencial suficientemente elevado para poder resolver a maioria das aplicações de visão industrial. 

Sistemas de visão avançados

Este tipo de tecnologia é parecida à utilizada nos sistemas de visão integrados. Entretanto, neste caso, contam com um potencial maior em seu hardware, assim como quando se fala de suas funções no qu se refere a software e processamento de dados. Esta tipologia de sistemas está dirigida especialmente às aplicações de uma complexidade muito elevada, como podem ser os sistemas de visão integrados em uma maquinaria que fabrique OEM.

Benefícios dos sistemas de visão artificial

  • Aumento da produtividade: Ao realizar a supervisão da produção graças aos controles de qualidade, elimina-se a parte defeituosa da mesma. A repercussão dos índices de produtividade é positiva. 
  • Diminuição de desperdício de materiais: Da mesma forma, devido ao controle realizado, as unidades em mal estado são eliminadas, reduzindo o uso de materiais em unidades defeituosas antes que cheguem ao final da cadeia de montagem. 
  • Redução de custos: Este benefício é derivado diretamente do aumento da produtividade e da diminuição do desperdício dos materiais, já que repercute positivamente nos custos econômicos finais. 
  • Produto final de melhor qualidade: Por outro lado, ao obter um produto livre de defeitos ou elementos deteriorados, oferece-se um produto de uma qualidade muito mais elevada, o que significa um produto que satisfará aos clientes finais de forma garantida. 

Aplicações dos sistemas de visão artificial

  • Automotivo: Utilidades na inspeção da fabricação e na montagem de todas e cada uma das peças.
  • Alimentação: Especialmente no controle de qualidade de cada tipo de produto alimentício, já que controla-se cada uma das fases do produto.
  • Recipientes e embalagens: Permite controlar a presença ou ausência de marcadores.
  • Eletrônica: Permite controlar a correta soldagem e montagem das peças.
  • Logística e identificação: A visão artificial industrial cumpre um papel de caráter predominante neste campo.