smart factory Tempo de leitura: 2 minutos

Conceitos

A automatização começa a chegar nas fábricas a partir da primeira revolução industrial. De fato, desde seu início,  o objetivo sempre  foi automatizar ao máximo qualquer processo em busca de reduzir os custos e esforços do trabajo. Atualmente, graças ao uso de aplicações de IA (Inteligência Artificial) e ao crescente aumento dos sistemas ciberfísicos, é possível combinar os processos comerciais com as máquinas físicas, realizando uma automatização eficiente, a smart factory.

Além de utilizar a IA, outro elemento fundamental para conseguir que o conceito da smart factory funcione como tal, é contar com um ambiente conectado. Isso foi alcançado graças à tecnologias como a IoT (do inglês, Internet Of Things, ou Internet das coisas) e o Big Data. O uso destas duas tecnologias permite fornecer e processar dados em tempo real e na velocidade necessária para que as IA tenham capacidade real de automatização completa dos processos industriais, quando encontra-se a smart factory em sua evolução mais desenvolvida.

 

Características da smart factory

  • Ambiente conectado:

Refere-se ao uso da IoT, no qual todas as máquinas que participam nos processos de produção contam com sensores e transmissores de dados.

  • Fábrica otimizada:

A smart factory é uma fábrica que otimiza os recursos disponíveis, desde uma perspectiva de materiais a qualquer tipo de ativos.

 

New Call-to-action

 

  • Transparência no uso de dados:

Ao contar com a capacidade de analizar uma grande quantidade de dados, a smart factory oferece maior segurança e transparência de dispôr de dados confiáveis.

  • Sistema proativo:

O sistema em que  a smart factory trabalha oferece uma retroalimentação contínua, incorporando um fluxo de dados en ambas direções.

  • Maior flexibilidade:

Como consequência, encontramos um setor industrial altamente flexível e capaz de adaptar-se con maior velocidade e êxito a qualquer imprevisto que possa acontecer.

 

Tecnologias

  • Big Data e análises de dados
  • Simulação
  • Sistemas orientados à integração vertical
  • Sistemas orientados à integração horizontal
  • Robôs autônomos
  • Internet das coisas (IoT)
  • Cibersegurança
  • Cloud computing
  • Fabricação aditiva (impressão 3D)

 

Indústria 4.0

A smart factory é a fábrica própria do setor da Indústria 4.0. Esta indústria refere-se à quarta revolução industrial, e está caracterizada por uma automatização completa dos processos de produção graças à implementação da tecnologia da IoT. De fato, a IoT original, nos entornos industriais, evoluciona para dar lugar ao IIoT (Industrial Internet Of Things). Ou seja, uma internet das coisas adaptada especialmente às necessidades e requisitos do setor industrial.

 

Expectativas

Hoje em dia ainda estamos nas primeiras fases da expansão da IIoT. Entretanto, este processo já teve início e será “imparável”, já que permite um funcionamento muito mais eficiente em todos os aspectos possíveis. Deste modo, nos próximos anos veremos como a smart factory vai se popularizar e extender a todos os campos da indústria.

Isso será realizado gradativamente, mas sem pausa, ao mesmo tempo que será adaptável às necessidades e características concretas de cada um dos setores industriais existentes. Em todos os casos, a Indústria 4.0 é onde a automatização dos procesos e a digitalização das tarefas será predominante.

 

 

New Call-to-action